REDES

Presidente da Federaminas leva demandas dos empresários ao TJMG

Pedido de apoio ao setor produtivo foi tema central da reunião

O presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Minas Gerais (Federaminas), Valmir Rodrigues, se reuniu, nesta quinta-feira (15/04), com o presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), o desembargador Gilson Soares Lemes, para tratar das demandas dos empresários a fim de minimizar os impactos da crise econômica causada pela pandemia, crise essa que foi agravada pela imposição da Onda Roxa do programa Minas Consciente. Também participaram da reunião on-line representantes das entidades Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Minas Gerais (FCDL MG), Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), e Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Minas Gerais (Fecomércio MG).

O presidente da Federaminas saiu da reunião otimista pela construção de um diálogo o judiciário, sensibilizando o órgão quanto ao estado critico em que se encontra a economia de Minas principalmente as Micro e Pequenas Empresas.

Durante a reunião, Rodrigues reiterou que é preciso considerar as particularidades de cada região mineira, considerando as micro regiões e os municípios " Recebemos diariamente solicitações de municípios mineiros onde não há aglomeração no comercio, não há transporte publico, se resume a uma população razoavelmente pequena e assim registra-se poucos casos de contaminação e que por pertencer a uma determinada região com índices de contaminação em alta, acabam também sendo imposta restrições mais severas e até a impossibilidade de funcionamento, Nosso desejo e que seja considerado caso a caso nas tomadas de decisões".

Outro argumento exposto pelo presidente da Federaminas foi que a propagação do vírus não se dá nos estabelecimentos de comércio e serviços que têm adotado os protocolos mais eficazes. Segundo Rodrigues, os empresários estão dispostos a adotar, inclusive, protocolos sanitários mais rigorosos para que possam voltar a funcionar. "O que se vê é um aumento de casos após feriados, períodos festivos, realização de viagens e aglomerações de pessoas em festas e eventos clandestinos", ponderou.


A expectativa é de em breve seja articulado pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) um novo encontro, envolvendo representantes do Ministério Publico de Minas Gerais, do Governo do Estado, dos Municípios e as entidades para que juntos encontre alternativas que promovam o equilíbrio entre a saúde e a economia.


Além do Desembargador Gilson Soares  -  presidente do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), tambem participaram o Desembargador José Mauro Catta Preta e o Superintendente Administrativo Adjunto, Desembargador José Arthur de Carvalho Pereira Filho.


Assessoria de Comunicação da Federaminas