REDES

HOMENAGEM DO PRESIDENTE DA FEDERAMINAS AOS MINEIROS, EMPRESÁRIOS HERÓIS E EMPRESÁRIAS HEROÍNAS

Como dizia Guimarães Rosa, nosso amado escritor mineiro,



"MINAS SÃO MUITAS!"

Minas da cultura popular, dos artesanatos, das comidas típicas, das famosas cachaças, da riquíssima música, da viola caipira.
Minas dos trens, do "UAI", do "bom demais da conta".
Minas das cidades históricas, da religiosidade, dos oratórios.
Minas da mesa farta, do fogão à lenha, do tutu ou tropeiro, frango com quiabo e angu, do cafezinho com pão de queijo, biscoito frito, queijo minas, broa de fubá, doce de leite.
Minas do Rosa, de Drummond, de Adélia, de Fernando Sabino, de Lia Luft, Rubião, Mendes Campos e tantos outros.
Minas de Belo Horizonte, capital.
Minas do Clube da Esquina.
Minas dos minérios, das pedras preciosas, das serras, muralhas, dos vales e andantes rios.
Minas são Alterosas, Estado montanhês, Centro, Suíça brasileira, Coração do Brasil, Capitania do Ouro e Heroica Província.
Minas é a Zona da Mata fértil; é agrícola ou madeireira.

Minas é o Sul, cafeeiro, assentado na terra-roxa de declives ou colinas.

Minas é Campo das Vertentes, caminho do Ouro.

Minas é o Triângulo, avançado, forte, franco.

É o Oeste, calado e curto nos modos.

Minas é Vale do Jequitinhonha.

É o Norte, sertanejo, quente e seco.

É o Centro do vale do Rio das Velhas.

É o Noroeste, dos chapadões, dos campos-gerais.

E SE MINAS SÃO TANTAS, TANTOS SÃO OS MINEIROS E AS MINEIRAS QUE AQUI NASCERAM E VIVEM.

Fortes, persistentes, nós soubemos lutar por nossa independência, pelo amor a nossa terra maior.

Somos Minas dos Emboabas e da Inconfidência Mineira, da qual retiramos o lema da nossa bandeira: "Liberdade ainda que tardia".

Não abaixamos a cabeça. Continuamos. Coragem, Coragem, Coragem. Sempre em frente!

Nós, mineiros e mineiras, sempre superamos todas as crises e nos reafirmamos como povo forte e sagaz.
Temos a certeza de que neste momento difícil em que estamos vivendo hoje, encontraremos muitas pedras no caminho. Entretanto, como bons mineiros e tropeiros, saberemos quebrá-las, abrindo espaços para seguirmos adiante.

Por isso, hoje, neste dia tão especial, apesar de sabermos que muito ainda temos que fazer, comemoramos os 300 anos de Minas e a superação do povo mineiro neste ano de grandes dificuldades e desafios.

A vocês, EMPRESÁRIOS HERÓIS E EMPRESÁRIAS HEROÍNAS,

que se reinventaram,
que persistiram,
que sobreviveram,
a nossa homenagem,
o NOSSO RECONHECIMENTO
e a NOSSA GRATIDÃO!  

A FEDERAMINAS E AS ASSOCIAÇÕES COMERCIAIS DE MINAS GERAIS desejam que vocês continuem a inovar, empreender, empregando pessoas e movimentando, cada dia mais,  a nossa economia.

E para o próximo ano: Muita saúde, paz, trabalho e sucesso! E que JUNTOS possamos fazer uma Minas melhor, um Brasil melhor.