REDES

Governo autoriza Onda Vermelha em mais regiões do Estado

Federaminas solicitou maior flexibilização das atividades em recente reunião com o govenador, com quem tem mantido constante diálogo em defesa dos empresários mineiros

 
O governo de Minas determinou, nesta quinta-feira (15/04), que algumas regiões do estado saiam da Onda Roxa, mais restritiva, e avancem para a Onda Vermelha, desde que cumpram as normas de funcionamento estabelecidas pelo programa Minas Consciente. A partir do próximo sábado, dia 17, será permitido o funcionamento de todas as atividades, desde que sejam respeitados quesitos como distanciamento e limitação máxima de pessoas. 

Regiões que avançaram da Onda Roxa para a Onda Vermelha   Macrorregiões
- Norte
- Sul
- Sudeste
- Jequitinhonha  

Microrregiões
- Betim
- Belo Horizonte/Nova Lima/Caeté
- Vespasiano
- Contagem
- Curvelo
- Manhuaçu  

Segundo o governador Romeu Zema, algumas regiões ficaram quatro semanas na Onda Roxa, e outras ficaram ainda mais do que isso. "Graças aos resultados obtidos pela implementação da Onda Roxa em todo o Estado, temos boas notícias", explicou Zema. Mas o governador lembrou que ainda não estamos em uma situação confortável, que os cuidados devem ser mantidos e que a Onda Roxa segue sendo uma opção caso o número de casos aumente novamente. 


O presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Minas Gerais (Federaminas), Valmir Rodrigues, comemorou a novidade e lembrou que conquistas importantes como essas são resultado de um constante diálogo com o Governo, cobrando medidas que amenizem a crise econômica enfrentada pelos empresários. "Em reunião recente com o governador, pedimos a reavaliação das regiões que estavam na Onda Roxa, solicitamos que aquelas regiões com menos casos fossem liberadas para a Onda Vermelha o quanto antes para que o comércio não seja mais penalizado ainda. E o Governo tem nos ouvido", afirmou Rodrigues. 


O secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, anunciou que amanhã chegam mais 600 mil doses de vacina e que o Governo tem feito todos esforços para agilizar a vacinação. Além disso, está prevista a chegada de mais medicamentos adquiridos pelo Ministério da Saúde. Segundo o secretário, toda a logística já está preparada para trazer a medicação do aeroporto de Garulhos para o Estado. 


Deliberações  

Além das regiões que avançaram para a Onda Vermelha, o Comitê Extraordinário aprovou duas revisões na Deliberação 130, que regulamenta o Minas Consciente. 

A primeira delas, atendendo a pedido do Ministério Público do Trabalho em conjunto com Ministério Público de Minas, Ministério Público Federal e Defensoria Pública da União, definiu pela suspensão dos jogos de futebol nas macrorregiões que estão na onda roxa do plano. 

A segunda deliberação reforça a proibição de consumo interno nos estabelecimentos comerciais, como lanchonetes e padarias, "priorizando o funcionamento interno e a prestação dos serviços na modalidade remota e por entrega de produtos". 


Regras da Onda Vermelha 

Na Onda Vermelha, a distância entre as pessoas deve ser de 3 metros. Dentro de estabelecimentos fechados, se houver atendimento ao público, é permitida a presença de uma pessoa a cada 10 m². Se não houver atendimento ao público ou se o espaço for a céu aberto, o local deve ter até 4 m². No caso de eventos, só será permitida a presença de até 30 pessoas. Em locais como hotéis, atrativos culturais e naturais, serão toleradas até 50% do limite de ocupação.


Veja as regiões que já estavam na Onda Vermelha desde o dia 12/04:  


Macrorregião
- Triângulo do Norte
- Triângulo do Sul  


Microrregiões
- Patos de Minas
- São Gotardo
- Montes Claros/Bocaiúva/Francisco Sá/Coração de Jesus
- Taiobeiras
- João Pinheiro
- Unaí
- São Sebastião do Paraíso
- Guaxupé    

Assessoria de Comunicação da Federaminas