REDES

Federaminas vai realizar live sobre o programa Minas Consciente com secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico

Sempre comprometida em garantir as melhores oportunidades de acesso à informação para as Associações Comerciais e Empresariais, a Federaminas, após o lançamento do programa “Minas Consciente – Retomando a economia do jeito certo”, organizou uma live com o secretário adjunto de Estado de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio. Nesta quinta-feira (07/05), às 14 horas, ele vai responder às principais dúvidas dos empresários sobre os protocolos de retomada da economia. A live será mediada pelo presidente da entidade, Valmir Rodrigues, e transmitida pela TV Federaminas no link www.federaminas.com/live.

 

Protocolos já estão disponíveis no portal do Governo

 

A Federaminas participou ativamente dando contribuições para a construção do programa “Minas Consciente” a fim de dar voz às principais demandas dos empresários. “Além disso, a nossa entidade pressionou o Governo para que houvesse essa flexibilização na abertura do comércio com base no resultado contundente da nossa pesquisa realizada junto ao setor para levantar a real situação financeira das empresas com o fechamento compulsório do comércio adotado pelo Executivo logo no início da pandemia”, acrescentou Valmir Rodrigues.

 

Segundo o presidente da Federaminas, é com orgulho que a entidade compartilha, além dessa live, as informações mais importantes do programa “Minas Consciente – Retomando a economia do jeito certo”, divulgadas no portal recém-lançado pelo Governo de Minas: https://www.mg.gov.br/minasconsciente.

 

Nele, é possível encontrar alguns dos protocolos sanitários liberados; outros ainda serão liberados pela equipe de governo paulatinamente. Como a adesão ao programa cabe a cada prefeitura, é importante conferir se a administração municipal aderiu ao programa de flexibilização antes de retomar qualquer atividade econômica.

 

O programa “Minas Consciente” setoriza as atividades econômicas em quatro “ondas” a serem liberadas para funcionamento de forma progressiva, conforme indicadores de capacidade assistencial e de propagação da doença. São elas:

 

1)    Onda Verde: serviços essenciais (com protocolos já liberados para download).

2)    Onda Branca: baixo risco (protocolos ainda em análise técnica para serem liberados).

3)    Onda Amarela: médio risco (protocolos ainda em análise técnica para serem liberados).

4)    Onda Vermelha: alto risco (protocolos ainda em análise técnica para serem liberados).

 

Existe uma lista de setores econômicos que, devido ao seu grande risco de propagação da doença, compõe um grupo à parte, que só poderá ter suas atividades retomadas após normalização da situação pandêmica no Brasil.

As informações no portal estão divididas para três públicos distintos: prefeitos, empresários e cidadãos. Além disso, é possível ter acesso aos dados disponibilizados pela Secretaria de Estado de Saúde sobre os números do coronavírus em Minas.

A partir desta iniciativa, o Governo do Estado de Minas Gerais busca conduzir a atuação dos municípios de forma coordenada, trazendo mais controle e efetividade para o enfrentamento da situação atual. A decisão sobre implementar ou não as medidas caberá aos prefeitos de cada município.