REDES

Wander Luis quer empresários mineiros mobilizados



O propósito de fortalecer a capacidade de mobilização do empresariado representado pelas Associações Comerciais mineiras, objetivando ampliar o poder de influência da Federaminas junto aos centros decisórios do Estado e do País, foi manifestado pelo empresário e administrador de empresas Wander Luis em seu discurso de posse na presidência da entidade. A solenidade, realizada nessa segunda-feira, dia 10, reuniu no Palácio das Artes, em Belo Horizonte, cerca de 800 pessoas, entre autoridades, empresários e convidados.
 
“Sem a soma de esforços, de companheirismo e de trabalho, não chegaremos a lugar algum”, afirmou ele, sustentando que a Federaminas tem papel fundamental a cumprir na implantação de novas políticas no contexto atual de expansão e estabilidade da economia brasileira. Para Wander Luis, temas como recuperação das rodovias no Estado, reforma tributária, escoamento da produção, legislação relativa às micro e pequena empresas, redução das taxas de juros e projetos do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento, têm de ser debatidos continuamente, e a entidade deve manifestar o posicionamento dos empresários a respeito.
 
A Federaminas, conforme o seu novo presidente, vai continuar defendendo com responsabilidade os interesses da classe empresarial mineira, atuando dentro de seu lema “Parceria para o Progresso”. E cada Associação Comercial integrante do Sistema, segundo ele, será um agente importante para se avançar ainda mais na construção de um novo tempo, com uma sociedade mais justa e feliz.
 
Ao concluir, Wander Luis atribuiu a sua assunção à presidência da entidade a um projeto divino, e sustentou: “Deus não escolhe o homem capacitado, Ele capacita o seu escolhido”.
 
Manifestações – Ao entregar o cargo, o ex-presidente Arthur Lopes Filho fez um retrospecto detalhado dos nove anos que esteve à frente da entidade, e também ressaltou a capacidade de trabalho do seu sucessor.
 
Em nome dos prefeitos de vários municípios presentes, o chefe do Executivo de Ipatinga, Sebastião Quintão, considerou a Federaminas como uma âncora do desenvolvimento de Minas e do País, pela sua participação ativa no debate das políticas implementadas pelos governos. Para ele, Wander Luis “é um jovem brilhante que vai proporcionar nova impulsão à entidade”.
 
Ao saudar a diretoria da Federaminas, o presidente da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil, Alencar Burti, apontou o empreendedorismo como o caminho mais curto para se promover o desenvolvimento econômico e social. Por isso, conclamou os empresários mineiros a se unirem mais em torno da liberdade de empreender. Ele afirmou que “Wander Luis está com Aquele que pode tudo”, e pediu, em nome de Deus, que todos somem esforços para a construção dos princípios de um Brasil mais justo.
 
Representando o governador Aécio Neves, o secretário de Estado de Agricultura, Gilman Viana, afirmou que Minas vive hoje novo tempo, em que governo e setor privado se sentam no mesmo lado da mesa. Assim, conforme disse, Minas espera a contribuição de todos e se engrandece com as suas entidades representativas de classe, entre elas a Federaminas.