REDES

Vice-presidente da República José Alencar torna-se presidente de honra da ACMinas



Em concorrida solenidade no dia 30 de julho, a Associação Comercial de Minas (ACMinas) conferiu o título de “Presidente de Honra”  ao vice-presidente da República, José Alencar Gomes da Silva. O cargo foi criado para homenageá-lo, conforme o presidente da entidade, Charles Lotfi, e tem o objetivo de reconhecer o trabalho desenvolvido por Alencar em defesa da atividade empreendedora no Brasil.
 
A reunião solene foi prestigiada por várias autoridades políticas, como os ministros Hélio Costa, das Comunicações, e Patrus Ananias, do Desenvolvimento Social, e lideranças empresariais, entre estas o presidente da Federaminas, Wander Luis Silva.
 
Juros e impostos – Homem ligado a Associações Comerciais desde os seus 18 anos, já tendo sido diretor da ACMinas, o vice-presidente José Alencar, em seu pronunciamento na ocasião, defendeu a redução da taxa básica de juros como forma de estimular o aumento da produção, que, segundo ele, é a melhor forma de conter a inflação, sem prejudicar o desenvolvimento econômico do País.
 
Alencar também se referiu à necessidade da reforma tributária, defendendo apenas um ou dois impostos incidentes sobre o consumo, ao criticar a existência hoje de vários tributos nessa área, como ICMS, IPI, PIS, Cofins.
 
Em sua estada na ACMinas, o vice-presidente José Alencar também deu posse ao novo Conselho Empresarial de Indústria e Energia da entidade, presidido por Ailton Ricaldoni.
 
Na foto, da direita para a esquerda, o presidente da Federaminas, Wander Luis Silva, o vice-presidente José Alencar, o presidente do novo Conselho, Ailton Ricaldoni, e o presidente da ACMinas, Charles Lotfi.