REDES

Encontro de lideranças empresariais

Nesta quarta-feira, 20/03, na sede da Junta Comercial do Estado de Minas Gerais e em parceria com a Federaminas, ocorreu o Encontro de lideranças empresariais. Com um seleto grupo de empresários e líderes, o objetivo da reunião foi apresentar as perspectivas para Copa do Mundo e as oportunidades de capacitação por meio do projeto Intregra.

O Integra é fruto de convênio entre a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB) e o Sebrae Nacional e objetiva a capacitação gerencial de micro e pequenas empresas (MPEs) e empreendedores individuais com vistas aos grandes eventos internacionais que ocorrerão no Brasil nos próximos anos.

Valério Figueiredo, coordenador nacional do Projeto Integra, fez a abertura do encontro falando da importância de capacitar os empresários das MPEs e especialmente os Micro Empreendedores Individuais, categoria que vem crescendo e que precisa de apoio para se capacitar.

Em seguida foi a vez do vice-presidente da Federaminas, Emílio César Parolini, que representou o presidente Wander Luis Silva, falar da expectativa de aumento da capacitação por meio do projeto. Já capacitamos mais de  1.200 empreendedores em apenas dois meses, mas nossa meta é atender  7.000 pessoas no Estado, portanto, essa parceria com a Jucemg é primordial para todos os envolvidos. Estamos muito satisfeitos e confiantes.

Angela Pace, presidente da Junta Comercial, agradeceu a presença de todos na nova sede da entidade e citou que deseja unir cada vez mais as Juntas Comerciais, especialmente por meio do projeto Intrega. A presidente destacou que atualmente a Jucemg conta com 875 mil empresas em seu banco de dados e certamente pelo menos 80% delas precisam de capacitação.

Secopa apresenta Copa do mundo em Minas Gerais

A coordenadora de comunicação e marketing da Secretaria de Estado Extraordinária da Copa – Secopa, Mariana Bahia, apresentou os números da Copa do mundo. Ela apresentou o perfil do consumidor, que segundo pesquisa é composto de 83% de homens, solteiros, entre 30 e 50 anos e com disposição para gastar. 

Mariana apresentou os números da Copa na África, em apenas 30 dias, houve um aumento de 55% no gasto com cartão de crédito, 7% expansão de vendas no setor varejista, 10% no consumo de comida e bebida. 

Para Copa no Brasil, a previsão é de que o país receba 600 mil turistas estrangeiros e 3 milhões de brasileiros. Para Minas Gerais, espera-se 200 mil estrangeiros e 430 milhões de brasileiros, o que corresponde em 30 dias ao que o estado recebe em 4 anos.

A coordenadora, falou dos gargalos para Copa, como aeroporto e rede hoteleira e diz que o governo está comprometido e acompanhando de perto para minimizar os problemas.  Entre os setores mais beneficiados com maior projeção de aumento, destacam-se a construção civil, alimentos e bebidas, prestação de serviços, turismo e hotelaria.

Assessoria de Comunicação da Federaminas, 21-3-2013