REDES

Em legislação: Cédulas suspeitas de danos - dispositivo antifurto



Existem três normas do Banco Central do Brasil sobre as cédulas consideradas inadequadas à circulação em razão de dano supostamente provocado por dispositivo antifurto.
 
São elas: Resolução nº 3.981 e Circulares nºs 3.538 e 3.540, todas do mês de junho de 2011, as duas primeiras de 1º de junho, a última de 9 de junho.
 
A Resolução nº 3981, de 1º de junho de 2011, através do §2º do art. 1º, é taxativa ao dispor: “Não serão objeto de reembolso ao portador as cédulas danificadas por dispositivos antifurto.”
 
Dessa forma, os comerciantes devem redobrar o cuidado para não receber cédulas manchadas de rosa ou roxo ou com qualquer outra irregularidade porque, se as receber e as mesmas tiverem sido danificadas por dispositivo antifurto, o portador ficará no prejuízo.