REDES

Dilma Rousseff promete engajamento pessoal por mudanças no Simples em fórum da CACB

Ao avaliar o compromisso assumido pela presidente da República, Dilma Rousseff, durante o I Fórum Nacional CACBMil, em Brasília, de se empenhar no sentido da realização de mudanças na legislação do Simples para atender reivindicações das micro e pequenas empresas brasileiras, o presidente da Federaminas, Emílio Parolini, disse confiar em que a chefe da Nação   se engajará pessoalmente pela aprovação das propostas formuladas pela  Secretaria da Micro e Pequena Empresa e que tramitam no Congresso Nacional. O líder classista chefiou delegação com mais de 50 dirigentes de ACEs mineiras no evento, e também participou de jantar das lideranças empresariais do País com a presidente Dilma Rousseff.

 

No evento, Dilma Rousseff reconheceu a importância das MPEs na geração de emprego e renda no País e sustentou que estará ao lado do ministro-chefe Afif Domingos, Secretaria das MPEs, em defesa da simplificação de impostos e da redução da burocracia, entre outras medidas de interesse do setor. A presidente também destacou números alcançados pelo País a partir de seu governo, como a criação de 4,8 milhões de empregos, e disse que o Brasil é um gerador de empregos e oportunidades de empreendedorismo, tendo criado amplo mercado interno. Referiu-se, ainda, à desoneração da folha de pagamentos para alguns setores e afirmou que o governo tem adotado a preferência por empresas que produzam no País nas compras públicas.

 

Rousseff realçou o evento: "Quanto mais estivermos perto da demanda, quanto mais pudermos trabalhar e discutir, melhor será a nossa agenda e as nossas realizações. Eu acredito na força do pequeno município, da micro e pequena empresa, da pequena propriedade, dessa classe empreendedora que sustenta nosso movimento. Que este fórum seja o primeiro de muitos e que nós possamos sempre escutar, dialogar e conviver", afirmou.

 

Na abertura do evento, o ministro-chefe Afif Domingos ressaltou o trabalho da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, dizendo que o plano de ação desse órgão ligado à Presidência da República se sustenta em três colunas, ou seja, a simplificação do programa Simples, o aumento da renda das MPEs e a realização do Simples trabalhista. Afif percorre o País com a sua caravana em busca de apoio das entidades empresas empresariais às propostas em tramitação no Congresso Nacional. A Federaminas é uma das instituições que já apoiaram o projeto.

 

O presidente da Federaminas, Emílio Parolini, esteve à frente de delegação de mais de 50 empresários mineiros no congresso da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), realizado em 2 e 3 de abril no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, na capital federal.

 

Durante o evento, o presidente da CACB, José Paulo Dornelles Cairoli, lamentou a desaceleração da atividade econômica no País e afirmou que as micro e pequenas empresas precisam encontrar solo fértil para prosperar. “Sofremos problemas resultantes da excessiva burocracia, falta de infraestrutura, queda da produtividade e reformas que precisam ser tomadas para sustentar o nosso desenvolvimento”, enfatizou o líder empresarial. Ele também ressaltou o peso na economia nacional das MPEs, que são responsáveis por 25% do PIB, pela geração de 80% das vagas de trabalho nos últimos 10 anos, e estimou que logo o setor somará 13 milhões de optantes no Simples.

 

Repercussão – Para a empresária Marinez Torres Gotelip Borja de Oliveira, diretora da Associação Comercial de Araxá e que integrou a delegação da Federaminas, o aspecto mais importante do I Fórum Nacional CACBMil foi a presença da presidente Dilma Rousseff e o seu reconhecimento à importância do papel das empresas de pequeno porte no conjunto da economia e da conveniência de o segmento ser contemplado com uma legislação de impostos específica, simplificada e com menor incidência de carga tributária.

 

Gotelip destacou, também, a visita que as empresárias fizeram ao Congresso Nacional. No Senado, encontraram-se com a senadora Gleicy Hoffman, que em plenário deu ênfase à participação das mulheres na causa empreendedora s, e na Câmara Federal estiveram com o deputado Ronaldo Caiado e outros parlamentares.

 

Na opinião do empresário Ivan Fontes, que preside a Associação Comercial e Empresarial de Arcos, o I Fórum Nacional CACBMil foi de grande importância por proporcionar o debate de novas ideias pelo empresariado brasileiro. Ele deu destaque principalmente à participação do ministro-chefe da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Afif Domingos, devido ao interesse para o empresariado da exposição sobre a Lei Geral das MPEs.

 

 

Fotos: Roberto Stuckert Filho/PR