REDES

Dilma atende Federaminas e cria a Secretaria da Micro e Pequena Empresa

A presidente da República, Dilma Rousseff, sancionou em 1º de abril a lei que cria a Secretaria da Micro e Pequena Empresa. O órgão, que configura o trigésimo-nono ministério do seu governo, vai assessorar direta e imediatamente a chefe da Nação, especialmente na formulação de políticas de estímulo ao microempreendedorismo e ao artesanato. A implantação da pasta havia sido reivindicada pelo presidente da Federaminas, Wander Luis Silva.

 

A decisão da presidente da República foi aplaudida pela Federaminas. Em correspondência enviada a Dilma Rousseff, o presidente Wander Luis enfatizou que “a medida demonstra a sensibilidade do seu governo para com as questões que envolvem os interesses de um dos mais importantes segmentos empresariais do País, de vez que as micro e pequenas empresas são as principais geradoras de oportunidades de trabalho no Brasil, respondendo, por conseguinte, quase totalmente pela absorção dos contingentes de trabalhadores que aportam ao mercado a cada ano.”

 

O lider empresarial acrescentou: “A criação da pasta há anos vem sendo reivindicada junto ao Governo e ao Congresso Nacional pela Federaminas, atendendo a antigos pleitos das associações comerciais mineiras, que apontavam a necessidade premente da instituição de um órgão voltado especificamente para tratar dos assuntos relacionados com o principal universo de empresas integrantes de seus quadros de associados.”

 

O novo ministério deverá assumir as competências referentes à microempresa, empresa de pequeno porte e artesanato que eram da responsabilidade do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC). Estaria cotado para assumir a pasta o empresário Guilherme Afif Domingos, ex-presidente da Associação Comercial de São Paulo e da federação das ACs paulistas.

 

A reivindicação das ACEs foi apresentada durante encontro de dirigentes na sede da Federaminas (foto)

 

 

Assessoria de Comunicação da Federaminas, 1-4-2013