REDES

Chuvas: BB institui atendimento emergencial para micro e pequenas empresas mineiras



O Banco do Brasil instituiu medidas emergenciais de apoio às micro e pequenas empresas (MPEs) nos municípios mineiros atingidos pelas enchentes, nos quais foi decretada situação de emergência ou estado de calamidade pública e que possuam agência da instituição. Informação neste sentido foi dada pelo superintendente de Negócios Varejo e Governo de Minas Gerais do BB, Tércio Luiz Tavares Pascoal, ao presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Minas Gerais (Federaminas), Wander Luis Silva, que a transmitiu as suas entidades federadas.
 
Segundo Tércio Pascoal, a iniciativa tem por objetivo apoiar os empresários que tiveram seu fluxo de caixa impactado pelas inundações e visa a contribuir para a reorganização da atividade produtiva e o cumprimento dos compromissos assumidos junto ao banco. O atendimento preferencial prevê o alongamento de prazos e carências das principais linhas de crédito utilizadas pelo segmento MPE.
 
Entre as condições diferenciadas estabelecidas pelo BB, é possível prorrogar o prazo da linha Proger Urbano Empresarial para até 84 meses, com nova carência de três meses para as operações prorrogadas e dispensa da entrada mínima de 10%. Na linha de capital de giro, os vencimentos de janeiro e fevereiro podem ser prorrogados para o final do prazo, mantendo-se os valores das prestações.