REDES

Pró-Município



O que é o Pró-Município

Projeto destinado a alavancar o desenvolvimento local, incentivando a integração de esforços das principais forças da sociedade - entidades empresariais, poder público e sociedade civil -, o Pró-Município resulta de iniciativa idealizada pelo presidente da Federaminas, Emílio Parolini, com base em experiências bem-sucedidas realizadas neste Estado na cidade de Araxá, e no exterior em Medelin, na Colômbia, e em Essen, na Alemanha.   Proposto ao governo estadual objetivando promover o desenvolvimento econômico e social em dezenas de cidades mineiras, o programa obteve o aval oficial e é executado em 27 municípios do Estado, em parceria com a Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig). O projeto permite a realização de um diagnóstico situacional envolvendo  potencialidades e demandas prioritárias das comunidades de cidades-polo.

Onde é executado

São as seguintes as cidades onde o Pró-Município é executado: Barão de Cocais, João Monlevade, Belo Oriente, Governador Valadares, Conceição do Mato Dentro, Ouro Preto, Além Paraíba, Santa Vitória, João Pinheiro, Unaí, Carmo do Cajuru, Arcos, Piumhí, São Roque de Minas, Muzambinho, Campos Gerais, Diamantina, Turmalina, Capelinha, Minas Novas, Salinas, Porteirinha, Janaúba, Sacramento, São João Del Rei, Angelândia. E também Paraopeba, onde é realizado com o apoio da Federação da Agricultura (Faemg), e Angelândia, em iniciativa própria da Federaminas.   Os eventos de apresentação do projeto às comunidades beneficiadas mobilizaram mais de 2 mil pessoas formadoras de opinião em suas cidades, incluindo representantes de instituições religiosas, entidades de classe e clubes de serviços, e tiveram ampla participação de membros de legislativos e executivos municipais. Foi unânime a avaliação dos prefeitos de que o Pró-Município representa uma ferramenta de grande relevância para alavancar o  desenvolvimento local. E, também, um privilégio receber esse planejamento estratégico sem custo para os cofres públicos.

Como é realizado

O Pró-Município desenvolve-se em etapas. A primeira, de sensibilização das comunidades, seguida de elaboração de diagnóstico de potencialidades e prioridades, constituição de conselhos consultivo e deliberativo, aprovação de lei específica no município e criação das câmaras setoriais responsáveis pela definição de ações.   A execução do projeto resultará na entrega à Codemig do planejamento estratégico de cada cidade envolvida, com uma análise comparativa dos indicadores econômicos e sociais pré e pós execução do Pró-Município, tais como renda, número de habitantes, Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), renda per capita e outros dados relevantes. O objetivo geral é planejar o desenvolvimento municipal para os próximos cinco, 10 e 15 anos.

Avaliação do Presidente

Conforme avalia o presidente da Federaminas, Emílio Parolini, por ser executado pela própria sociedade, o projeto contribui para o efetivo empoderamento das células municipais. Esta é a filosofia do Pró-Município, ou seja, buscar o equacionamento dos problemas enfrentados pelas comunidades por meio da integração de suas forças - entes públicos e privados e sociedade civil.