REDES

Federaminas faz instalação da sua Câmara de Mediação e Arbitragem

Em evento nesta terça-feira (8) reunindo representantes de instituições da Capital e de diversos municípios mineiros, a Federaminas fez apresentação da sua Câmara de Mediação e Arbitragem Empresarial, que vai disseminar através das associações comerciais mineiras a utilização pelas empresas desses dois instrumentos alternativos de resolução de conflitos. O novo serviço é decorrente de parceria da entidade com a Câmara Brasileira de Mediação e Arbitragem Empresarial (CBMAE), órgão da CACB.

Na abertura do evento, o presidente da Federaminas, Emílio Parolini, adiantou que o projeto é um dos novos serviços que a entidade irá disponibilizar aos empresários, ao lado da unidade de Minas Gerais do Observatório Social do Brasil e de assessoria jurídica para as empresas. Por sua vez, o advogado Breno Matias, do Departamento Jurídico da entidade, destacou a importância da nova câmara como instrumento facilitador da solução de conflitos no meio empresarial.

CBMAE - Presente no evento, o coordenador nacional da CBMAE, Eduardo Vieira, referiu-se à contribuição que o órgão da CACB vem proporcionando ao longo de 20 anos de existência. Ele informou que apenas em 2017 a câmara realizou 23 procedimentos de arbitragem, representando valores da ordem de R$ 418,6 milhões, e mais de 25.200 conciliações e mediações, abrangendo cerca de R$ 40 milhões. Paralelamente, 580 pessoas foram capacitadas nessas formas alternativas de resolução de conflitos.  

Para Vieira, é necessário que a sociedade seja agente de mudanças e concorra para corrigir o grave cenário no Poder Judiciário, onde tramitam 110 milhões de processos relacionados, principalmente, a conflitos nas áreas contratual e de relações de consumo. Segundo ele, cerca de 40% deles não precisariam buscar  equacionamento através da via judicial. Em Minas, a maioria refere-se às áreas trabalhista e cível, podendo, portanto, recorrer a métodos alternativos.   O coordenador também falou sobre o CBMAE On-line, que disponibiliza ferramentas para atender qualquer tipo de demanda por conciliação, proveniente de qualquer parte do País, através de videoconferência. O serviço também presta às empresas consultoria e planejamento, com diagnóstico empresarial e modos de prevenção.

Participaram do evento na Federaminas representantes de instituições de Almenara, Patrocínio, Salinas, Teófilo Otoni, Carmo do Cajuru, Timóteo, Três Marias e São João Del Rei, além de Belo Horizonte.