REDES

Empreender Competitivo aplica R$ 3,7 mi em ACEs de Minas

Recursos da ordem de R$ 3,7 milhões vão ser aplicados em associações comerciais (ACEs) do Sistema Federaminas pelo Empreender Competitivo, programa destinado a apoiar núcleos de microempresas e empresas de pequeno porte de diversas áreas filiadas a essas entidades. O objetivo é melhorar a competitividade nesses segmentos.

  O Empreender Competitivo é desenvolvido pela Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), em parceria com o Sebrae nacional. Direcionado ao crescimento dos núcleos setoriais formados nas ACEs há pelo menos 18 meses, o programa disponibiliza R$13,3 milhões para os projetos desta vez, com valor de cerca de R$190 mil individualmente. Nas edições anteriores, o projeto aplicou recursos de mais de R$30 milhões,  beneficiando milhares de empresas em todas as regiões do Brasil.    Conforme o presidente da Federaminas, Emílio Parolini, nesta edição Minas Gerais se destaca alcançando a segunda posição entre todos os estados do País, tendo conseguido a aprovação de 12 projetos entre as 63 propostas de ações para execução até 2019 que submeteu ao programa. No total, foram aprovados 59 dos 245 projetos recebidos pela CACB, que realizou a sua avaliação em parceria com o Sebrae.  

Núcleos setoriais - Entre as ações a serem realizadas pelos núcleos em nível nacional, destacam-se as relacionadas a consultoria para a melhoria dos processos, capacitação dos presidentes e funcionários, participação de visitas técnicas, certificações, participação em missões, marketing, estudo de mercado, e outras.   Os projetos de associações comerciais do Sistema Federaminas aprovados pelo Empreender Competitivo beneficiam núcleos setoriais de empreendedorismo, tecnologia e inovação (Araxá); produtores de tomate (Carmópolis de Minas); salões de beleza  (Carmópolis de Minas); confecções (nível estadual); jovem empresário (nível estadual); turismo (nível estadual); fruticultura (João Pinheiro); gastronomia (Juruaia); bares e restaurantes (Patrocínio); informática (Patrocínio); vestuário (São João Del-Rei); e supermercados (Uberlândia).