REDES

Curvelo quer lei contra feiras itinerantes

Mais um município mineiro se junta aos que lutam pelo estabelecimento de restrições à atuação de feiras itinerantes em suas regiões. Trata-se da Associação Comercial e Empresarial de Curvelo, presidida pelo empresário Heli Ferreira da Silva e que, juntamente com o Conselho de Desenvolvimento local (Codec), a Câmara e a Prefeitura municipais e outras entidades, trabalha pela criação de lei restringindo tais eventos.


O dirigente da ACE diz que as feiras itinerantes prejudicam sobremaneira a economia local, por não recolherem impostos e nem circularem o dinheiro na cidade. Além disso, têm o agravante de não oferecerem garantia aos produtos comercializados, de vez que os feirantes se deslocam para suas origens e o consumidor fica prejudicado, caso necessite trocar a mercadoria. Segundo ele, de acordo com o cronograma estabelecido, até o fim do mês de março pode-se chegar à definição sobre o assunto.