REDES

Criada a filial de Minas Gerais do Observatório Social do Brasil

Federaminas é pioneira no País a apoiar campanha contra corrupção lançada pela Transparência Internacional

  Em evento que reuniu no Sebrae-MG mais de 70 representantes de  entidades empresariais e de outros segmentos da sociedade civil, a Federaminas e o Observatório Social do Brasil oficializaram nessa segunda-feira (23) a criação da Unidade Administrativa do OSB no Estado. Entre seus objetivos, a filial mineira pretende tornar-se referência em controle social e eficiência da gestão pública, contribuindo para a correta aplicação dos recursos, o desenvolvimento local e a educação para a cidadania.  

Durante a reunião, o presidente da Organização Social do Brasil, Ney Ribas, destacou a Federaminas como a primeira entidade empresarial do País a manifestar apoio à campanha Unidos Contra a Corrupção, lançada pela Transparência Internacional e apoiada pelo OSB. Esta ação propõe 70 novas medidas de combate à corrupção no Brasil.  

O presidente da Federaminas, Emílio Parolini, afirmou que as entidades organizadoras e apoiadoras da Unidade Administrativa do OSB no Estado integram uma 'corrente do bem' que se mobiliza para combater um dos mais graves problemas que entravam o desenvolvimento do País, a corrupção. Para ele, a união de todas elas concorre para o desenvolvimento de uma 'sociedade cidadã'.  

O escritório mineiro, conforme anunciou, cuidará de promover a expansão da rede de OSBs, dos atuais oito núcleos para cerca de 60 até o final do próximo ano. Mas a demanda no Estado, como acrescentou Ribas, é de 85 municípios pleiteando receber unidades do Observatório. Na sua visão, nos próximos dois anos Minas Gerais deverá ter o maior número de OSBs no Brasil.  

Em nome do Fórum das Entidades Empresariais de Minas Gerais - que apoia a constituição da filial do OSB, o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL-BH), Bruno Falci, apontou a importância desse movimento que une a sociedade, ao ressaltar que a riqueza de um país é obra do setor produtivo - empresários e cidadãos. Sustentou que, ao participar do OSB, o fórum se propõe a trabalhar em prol do bem.  

Entre as várias ações realizadas pelo OSB, Ney Ribas enfatizou a preocupação com o ambiente de negócios, diante da dificuldade do segmento das micro e pequenas empresas de organizar a documentação necessária a participar das licitações públicas. A instituição divulga as concorrências das prefeituras através das entidades de classe, buscando massificar essas informações entre os diferentes grupos nas cidades.  

Durante o evento, foram apresentados cases de sucesso de ações desenvolvidas pelos OSBs de Uberlândia, Sete Lagoas e Pará de Minas.      

Assessoria de Comunicação da Federaminas