REDES

Cresce presença da mulher no comando das ACEs mineiras

Cerca de 50 associações comerciais (ACEs) mineiras que integram o Sistema Federaminas, em todas as regiões do Estado, são lideradas por empresárias. Este dado atesta a crescente participação do segmento feminino no movimento associativo empresarial em Minas Gerais, como decorrência do número ascendente de empresas de vários segmentos da atividade econômica comandadas por mulheres.
 

Para o presidente da Federaminas, Emílio Parolini, o papel das mulheres no conjunto da sociedade vem se destacando cada vez mais, “graças à iniciativa que cada vez mais elas demonstram em todas as áreas de atividade de que participam”.  Segundo ele, isso explica o empoderamento contínuo que o segmento feminino conquista.


O líder empresarial assinala que, no âmbito das entidades integradas à Federaminas, a realidade não é diferente. As mulheres passo a passo assumem posições mais elevadas nas diretorias, e também prestam valioso trabalho através da Câmara Estadual da Mulher Empreendedora (Ceme), diz ele, para sustentar que as empresárias têm muito a contribuir para fortalecer ainda mais e empoderar o sistema.


A Ceme é o braço da Federaminas que estimula a aproximação das mulheres ao movimento associativo. Para isso, o órgão incentiva e apoia a implantação de conselhos da mulher junto às associações comerciais, funcionando esses núcleos como espaços apropriados ao exame conjunto e à busca de solução para questões enfrentadas no dia a dia das empresas.
 

Segundo Yêda Fernal, presidente da Ceme, o planejamento estratégico para a gestão 2017/2019 tem como meta principal posicionar a Ceme como liderança capaz de aportar contribuições  para os setores produtivos da economia mineira. Neste sentido, o órgão pretende impulsionar a participação feminina no movimento associativo empresarial.
Para se alcançar esse objetivo estratégico, a dirigente vê como imperativos empoderar,  dar conhecimento, poder de articulação e estratégia associativista às câmaras da mulher existentes em Minas Gerais.