REDES

Assembleia aprova balanço e atividades em 2014 e conhece novos projetos e serviços da Federaminas

Pauta diversificada de assuntos foi discutida em assembleia geral ordinária e extraordinária que a Federaminas realizou nesta quinta-feira, 26 de fevereiro, durante a qual as dezenas de associações comerciais presentes aprovaram por unanimidade as contas e o balanço financeiro e o relatório das atividades da entidade em 2014. Na ocasião, as ACEs também conheceram projetos para este ano, que incluem campanha de Natal em nível estadual, desdobramentos do movimento pela simplificação tributária, encontros regionais de presidentes e executivos e outros.

 

Antes da assembleia, houve o descerramento da foto do ex-presidente Wander Luis Silva na Galeria de Honra dos Presidentes da Federaminas. Ao agradecer a homenagem, o empresário lembrou passagens de sua gestão, principalmente a aquisição da sede própria, e assinalou que a força da entidade se deve à contribuição do trabalho de todos os que a dirigiram e que formam a galeria.

 

As contas e o balanço financeiro referentes a 2014 foram apresentadas pelo membro do conselho fiscal Valmir Rodrigues da Silva, que descreveu os resultados contábeis e mostrou que mais de 50% da receita da entidade decorreram da comercialização de produtos e serviços. Submetidos à votação, os documentos foram aprovados por unanimidade pelas ACEs, como também aconteceu com o relatório das atividades no exercício anterior, que foi apresentado pelo assessor Fernando Abreu.

 

Simplificação tributária – Os desdobramentos do projeto da Federaminas visando à simplificação da legislação tributária brasileira foram expostos pelo empresário e contador Valmir Rodrigues da Silva. Ele anunciou que a Comissão de Assuntos Tributários da entidade, da qual é coordenador, lança nos próximos dias uma pesquisa eletrônica, a ser respondida pelas ACEs com base em informações de seu núcleo de associados, objetivando identificar o custo burocrático do pagamento de impostos pelas empresas. da operação de pagar os tributos.

 

Outra medida é o projeto Dia SIM – Dá para SIMplificar, destinado a colher em abaixo-assinados cerca de 2 milhões de assinaturas para embasar a proposta de simplificação tributária a ser levada à bancada mineira no Congresso Nacional. Este movimento será desenvolvido pela Federação no período de 21 a 30 de abril e recebeu o apoio das ACEs presentes na assembleia. O presidente Emílio Parolini afirmou que o momento de os empresários mineiros serem ouvidos finalmente chegou. “Depende de nos unir e sairmos a campo disseminando a ideia e mobilizando forças”, sustentou ele.

 

Na área do PACE – Posto Avançado de Conciliação Extraprocessual, o coordenador estadual Daniel Resende afirmou que 45% das unidades do projeto começaram a funcionar dentro da gestão do presidente Emílio Parolini na Federaminas. Mais 23 postos estão sendo inaugurados em 2015, dos quais sete já estão agendados – no âmbito das ACEs de Bela Vista de Minas, Elói Mendes, Mariana, Santa Bárbara, Salinas, Araguari e Campanha.

 

O Empreender se expande no Estado em 2015, alcançando o total de 40 associações comerciais que disponibilizam o projeto, conforme anunciou a sua coordenadora estadual Cleide Bersani. Segundo ela, a CACB contempla com o programa e subsídios financeiros 10 entidades mineiras neste ano, enquanto a Federaminas acrescenta mais 13 federadas às 17 ACEs já existentes.

Depois de expressivos resultados no ano passado, em 2015 o Associa-Minas disponibiliza às ACEs de 130 municípios do Estado palestras subsidiadas sobre temas relacionados com o associativismo empreendedor. Segundo a coordenadora do setor, Duda Torres, o projeto concorre para fortalecer as ACEs através da capacitação  dos empresários seus associados em áreas como motivação, atendimento a clientes, marketing, tributos, consultoria fiscal, informações de crédito, além de outras.

 

O modelo do Encontro de Presidentes e Executivos das ACEs se transforma em encontros regionais a partir de 2015, entre os meses de abril e julho, a serem executados em oito cidades-sede – Belo Horizonte, Montes Claros, Uberlândia/Uberaba, Juiz de Fora, Capitólio, Três Corações/São Lourenço, Poços de Caldas/Pouso Alegre e Governador Valadares, conforme anunciou o assessor Daniel Nacati. O objetivo é estreitar o vínculo Federaminas/federadas para melhor atendimento de demandas, maior interatividade, foco na capacitação e outros benefícios.

 

Com relação ao XVIII Congresso das ACEs de Minas Gerais e ao Mérito Empresarial 2015, entre as opções Belo Horizonte, Caeté, Uberlândia, Araxá, Juiz de Fora e Poços de Caldas para sediar os eventos, a maioria das federadas presentes na assembleia manifestou preferência pela cidade do Sul do Estado. Quanto à data de realização, foi aprovado o período de 29 a 31 de outubro.

 

O projeto da campanha de Natal da Federaminas, também apresentado por Daniel Nacati, obteve boa receptividade das associações comerciais presentes. Com premiação diferenciada, sobressaindo casa e caminhonetes Amarok.

 

A assembleia geral contou, ainda, com participação do gerente de canais da Alelo, Eduardo Coelho Machado, que falou sobre os cartões refeição e alimentação da empresa, novos componentes do portfólio de produtos da Federaminas.