FEDERAMINAS - Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado de Minas Gerais | Belo Oriente sai na frente e cria lei para o Pró-Município
 

Belo Oriente sai na frente e cria lei para o Pró-Município

Segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Por meio de lei aprovada pela Câmara de Vereadores instituindo o Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico, a cidade de Belo Oriente se tornou pioneira na implementação do Pró-Município, programa voltado para o desenvolvimento local criado em decorrência de  parceria da Federaminas com o Conselho de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig).

 

O projeto de lei respectivo nasceu de proposta formulada conjuntamente pela Federaminas, a Associação Comercial de Belo Oriente, a prefeitura e a câmara municipal, os principais atores das ações visando a instalar o programa na cidade. Ele constitui-se uma das etapas de implantação do Pró-Município, que terá por objetivo definir prioridades nas áreas de desenvolvimento econômico, infra-estrutura e qualidade ambiental, gestão pública, educação e cultura, saúde e qualidade de vida, seguridade social e turismo.

 

Uma das primeiras cidades visitadas pela Federaminas na etapa de sensibilização das comunidades, Belo Oriente recebeu com entusiasmo o Pró-Município, durante evento que contou com mais de 70 representantes da sociedade, tanto da área pública quanto do setor privado, como o prefeito Hamilton Rômulo de Menezes Carvalho e o presidente da Câmara Municípal,   Nacife Selim Gonçalves Menezes.  Na ocasião, o presidente da associação comercial e empresarial, Edison da Conceição, manifestou sua convicção no sucesso do projeto, que traduziu como um diferencial para o desenvolvimento da cidade a curto, médio e longo prazos. Para ele,  o lançamento do Movimento Pró-Município foi uma oportunidade ímpar para o futuro de Belo Oriente.


O presidente da Federaminas, Emílio Parolini, assinala que os eventos de apresentação desse movimento mobilizaram cerca de 2 mil  pessoas formadoras de opinião em suas comunidades. “Foi unânime a avaliação dos prefeitos das dezenas de municípios visitados de que o projeto representa uma ferramenta de grande relevância para alavancar o desenvolvimento local, ainda mais por se tratar de um planejamento estratégico que não implica qualquer custo para os cofres públicos”, afirmou. Ele acredita que a lei aprovada em Belo Oriente é o primeiro de outros muitos resultados que virão em decorrência das intervenções do Pró-Município.

Fotos

Clique na imagem para ampliar.
COMPARTILHE
Relacionado

Publicidade
Emissão de Boletos
Conheça as ACE's mineiras